A Importância da Prevenção e Recuperação de Lesões nos Escalões Infanto-Juvenis


A prática generalizada de futebol competitivo nos escalões mais jovens em clubes desportivos e academias tem vindo a colocar novas exigências com métodos mais desenvolvidos na abordagem da prevenção e tratamento das lesões em idades de formação.
De facto a competição gera maior dimensão no impacto físico dos atletas obrigando a um novo olhar, quer sobre a necessidade de rigorosa prevenção quer sobre o correto tratamento quando a lesão surge.

SOBRE A PREVENÇÃO

É hoje aceite que o trabalho preventivo de lesões vai desde a correção de exercícios de alongamentos / flexibilidade, ate exercícios de fortalecimento muscular.

Estes exercícios de prevenção visam proporcionar ao atleta:

fisio1 fisio2

Força muscular, flexibilidade muscular estático e dinâmico, capacidade de equilíbrio / força, trabalho funcional e postural.

TRATAMENTO E RECUPERAÇÃO

Os Jovens atletas estão mais vulneráveis às lesões desportivas, não só porque participam cada vez mais cedo e mais intensamente na prática desportiva, mas também porque estão num processo de crescimento rápido e num ambiente cada vez mais competitivo e seletivo.

O diagnóstico e tratamento assertivo são instrumentos decisivos de forma a evitar lesões mal resolvidas que posteriormente se manifestam já num escalão sénior em limitação da capacidade funcional do atleta afetando o seu rendimento desportivo.

fisio3 fisio4

É importante salientar alguns pontos que consideramos de extrema importância na recuperação dos nossos atletas:

• Todas as lesões devem ser avaliadas e tratadas de forma intensiva,

• Não devemos esquecer as lesões de menor gravidade, porque podem a longo prazo originar lesões mais graves ou ate crónicas.

• Dar tempo suficiente ao tratamento para uma completa cicatrização dos tecidos, mesmo que o ponto de vista mecânico e funcional o atleta pareça estar completamente recuperado,

• O retorno á competição devera ser gradual com especial atenção aos sinais e sintomas de agravamento ou reaparecimento da lesão.

fisio5

É comum, sobretudo os jovens atletas mais capacitados e dotados, jogarem e competirem em mais do que um escalão.
A não adaptação gradual do tempo e intensidade de treino destes atletas cria riscos adicionais de lesão dado que são jovens em fase de crescimento.

Deste modo, todo o processo de planeamento de atividade deve incorporar formas de recuperação do esforço, cuidados nutricionais adequados, alternância de treino e reconhecimento de indicadores que nos alertam que os limites fisiológicos e psicológicos do atleta estão a ser testados.

CONCLUSÃO

O cumprimento deste conjunto de alertas e atitudes aqui, abordados de forma sintética, serão, em nossa opinião, procedimentos básicos para que nestes escalões haja a devida atenção para a saúde física-desportiva dos nossos atletas.

Sem comentários

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anterior Gaspar Ferreira, a psicologia e a motivação no desporto
Próximo Sinal de Perigo no Futebol Juvenil