Sinal de Perigo no Futebol Juvenil


O Futebol Juvenil atravessa uma grave crise de valores. Cada vez mais cedo os jovens deixam de se divertir, devido à pressão a que os sujeitam, por parte de diversos factores onde os pais encabeçam a lista.

Desde a obtenção de resultados, à critica constante à sua equipa, aos seus treinadores e à sua própria performance enquanto jogadores miniaturas. O próprio treino, deixou de ser uma hora de diversão, e está sujeito a essa pressão constante e negativa. Esta pressão leva na maior parte das vezes ao desgaste de todos os intervenientes, e o perigo de abandono precoce da modalidade está hoje nos seus índices mais elevados.

Tenho assistido a esse abandono precoce de jogadores, treinadores, e até dirigentes. Se nos miúdos é triste esse abandono, nos treinadores e dirigentes torna-se preocupante essa situação, pois vemos cada vez mais gente capaz a abandonar os clubes, pessoas essas que eram por vezes importantíssimas para a sobrevivência do futebol juvenil nesses clubes.

Já existe a preocupação de verificar e estudar o porquê do abandono precoce do futebol de muitos jovens praticantes para outras modalidades, mas eu estou muito preocupado com o abandono desses treinadores e directores.

O sinal de perigo no futebol juvenil está aceso, e é bom que todos estejam atentos a este sinal, pois há problemas que são comuns em todos os clubes, sejam eles de maior ou menor nomeada, embora as pessoas na maior parte das vezes ou não vêm ou não querem ver esse sinal.

Criança Feliz Futebol Vencedor !

1 Comentário

  1. Avatar
    Helder Aguiar
    25 Fevereiro, 2016
    Responder

    Artigo muito interessante !

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anterior A Importância da Prevenção e Recuperação de Lesões nos Escalões Infanto-Juvenis
Próximo "O Novo Dilema Do Futebol Amador "