Considerando o teor do COMUNICADO OFICIAL Nº1 da Federação Portuguesa de Futebol para a época 2017/2018 a redação do FDF não poderia deixar de alertar para uma leitura cuidada a todos os agentes do Futebol de Formação.

Neste comunicado estão claras alterações profundas e com diversas consequências para o Futebol de Formação em Portugal.

Desde logo, a introdução no sistema de Transferências Jogadores Amadores em todos os Escalões de Formação Distritais na época desportiva 2017-2018 (FPF CO1 na Tabela 5| Quotas de transferência entre clubes nacionais) de um custo a suportar pelos clubes recetores de jogadores oriundos de outros clubes, sendo esse valor bastante significativo para a esmagadora maioria dos clubes que competem nos campeonatos distritais que trabalham e exercem a sua função de clubes formadores e com orçamentos extremamente baixos.

Por outro lado parece-nos haver questões fundamentais que carecem de um trabalho (que a redação do FDF já iniciou) exaustivo para que a interpretação deste comunicado não seja deturpado ou alvo de dúvidas.

Assim que possível iremos elaborar um artigo devidamente esclarecedor deste COMUNICADO OFICIAL Nº1 da FPF para que toda a comunidade possa estar devidamente informado destas alterações e da forma que poderá afetar e /ou alterar as estratégias dos clubes para a nova época que se inicia hoje dia 1/7/2017.

Para fazer download dos comunicados na pagina de Documentação da FPF

COMUNICADO Nº 1 FPF

Será esta a interpretação da alínea (b) na Tabela 5 | Quotas de transferência entre clubes nacionais) do CO1 da FPF para a época 2017/18 ?

Sem comentários

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anterior A EDUCAÇÃO DOS NOSSOS ATLETAS - CONCILIAR SUCESSO ESCOLAR E DESPORTIVO = UAARE
Próximo BENEFÍCIOS DA MULTIDISCIPLINARIDADE NO FUTEBOL