Futebol Processo de Formação Parte 3


Estrutura da sessão de treino

 Uma sessão de treino, deverá ser dividida em 5 partes distintas, cada uma com objectivos diferentes. São elas:  

  • Prelecção inicial: Primeira parte do treino, onde o treinador informa os seus praticantes acerca dos objetivos da sessão e do que se irá realizar. É nesta fase, que poderá realizar-se a formação de grupos/equipas, evitando deste modo percas de tempo, a seguir ao aquecimento. Nesta fase, (bem como em todas as outras) o treinador deverá motivar os seus atletas para a actividade a desenvolver. No caso do treinador se encontrar na primeira unidade de treino a seguir ao jogo, esta deverá ser a parte da sessão, onde será benéfico realizar-se a análise respectiva à competição.
  • Aquecimento: O objectivo nesta fase do treino, é o de activar o organismo quer a nível muscular, quer a nível articular e também orgânico (adaptação cardiorespiratória). Como meios para cumprir estes objectivos temos: exercícios de mobilidade articular (ex: exercícios de coordenação), exercícios com bola, situações lúdicas e jogos pré- desportivos (ex: jogo do mata, apanhada com bola, jogo da lagarta, etc..). 
  • Parte principal: Parte da sessão destinada ao treino dos aspectos principais que pretendemos treinar, tais como: aprendizagem de aspectos técnico-tacticos, desenvolvimento das capacidades motoras condicionais e coordenativas, treino psicológico (controlo das emoções, concentração, relaxação, etc..) e testes de avaliação.  

Basicamente a parte principal da sessão de treino deverá ser organizada da seguinte forma/ordem:

  • Velocidade, flexibilidade, capacidades motoras coordenativas;
  • Aprendizagem técnico tática;
  • Força;
  • Resistência

Será importante salvaguardar, que esta forma/ordem apresentada, não pretende transmitir que em cada sessão devam ser treinados todos os aspectos referidos, apenas se pretende sugerir a posição de cada conteúdo.

  • Retorno à calma: Fase de recuperação do esforço, onde se procura levar o organismo a retornar ao seu estado base. Para tal, podemos realizar alguns alongamentos, corrida de baixa intensidade, jogos (telefone estragado) e criação de imagens (ex:com os braços e corpo bem esticados, tentar alcançar algo).
  • Prelecção final: Parte da sessão do treino, onde se realiza o balanço da sessão, (aspectos onde os jovens melhoraram, bem como os aspectos onde necessitam de evoluir). Como forma dos jovens consolidarem melhor os aspectos abordados no treino, o treinador poderá questioná-los acerca de conteúdos do treino. Aspecto também importante nesta fase, será o de reforçar positivamente o esforço e trabalho desenvolvido durante a sessão. O treinador na prelecção final, poderá também realizar uma abordagem aos aspectos que irão ser desenvolvidos na próxima unidade de treino.

Sem comentários

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anterior Motivação e Formação no Desporto: As seis razões do insucesso escolar (5/6) - Honra
Próximo Intensidade