Hoje em dia a nossa sociedade tem deparado com uma grave crise de valores.

Vivemos tempos de facilitismos, em que a maioria dos pais só fazem uma parte do seu trabalho, mimar.

Todos os pais querem dar o melhor aos seus filhos, mas por vezes esquecem de transmitir o mais importante, valores/ética.

São muitas vezes os treinadores que os transmitem, em certos momentos fazem o papel de pai, é certo que também tem essa responsabilidade, mas não de todo pode ser ele a ter o papel mais importante na educação do atleta.

A função mais primordial na educação cabe aos pais, o treinador também tem essa responsabilidade, mas sempre em segundo plano.

Em muitos casos são os treinadores os únicos a terem essa preocupação, ainda tudo se torna mais difícil, porque está num contexto coletivo, existe momentos que futebol é a única coisa que não trabalha.

O treinador sabe que no futebol o mais importante é o homem, sem o homem o futebol não é executado.

Todo esse trabalho é muito desgastante e rara vez é valorizado.

Por vezes é criticado pelos pais, porque desportivamente não consegue resultados.

Normalmente são esses pais que falham nas suas responsabilidades, possivelmente se o trabalho fosse bem feito em casa, o treinador tinha mais tempo para pensar em futebol.

Quando o trabalho é bem feito fora das 4 linhas é mais fácil ter sucesso dentro delas.

Escrevo este texto porque já tive a experiência de ser treinador de um uma equipa de formação durante 7 anos, tive a sorte de encontrar excelentes pais, que sempre souberam ocupar o seu lugar e que sempre assumiram as suas responsabilidades como pais.

É verdade que ganhava sempre, mesmo na formação é sempre mais fácil quando ganhas, mas a maior vitória foi quando perderam, quando não alcançaram os objetivos.

É nesse momento que vem o maior desafio de todos, como vai ser os comportamentos dos pais e dos atletas?

Esses pais continuam a ganhar, porque nesse dia os seus filhos não tiveram mudança de comportamentos, os valores/ética estiveram sempre presentes, tanto nas muitas vitorias como nas derrotas.

Mas é muito raro encontrar assim um grupo de pais…por isso É cada vez mais difícil ser treinador de formação

Como treinador reconheço que os pais podem ser uns intervenientes muitos importantes no futebol.

Só um grande homem poder ser um grande atleta, esse trabalho começa sempre em casa.

4 Comentários

  1. Avatar
    Roberto Valentim Fracaro
    23 Março, 2017
    Responder

    Pura verdade !!!

  2. Avatar
    Jose dias
    5 Maio, 2017
    Responder

    Lembrem-se pai ausente mais perigo à espreita !

  3. Avatar
    José Luis Vale Martins
    9 Novembro, 2017
    Responder

    Completamente de acordo!

  4. Avatar
    tiago
    27 Janeiro, 2019
    Responder

    completamente de acordo,deixo um desafio a A.F.L. para que envie este testemunho para todas associações e academias de formação para que todos os pais possam ler e reflectir,todos os pais querem primeiro um jogador de futebol que incutir VALORES,ÉTICA E PRINCÍPIOS.

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anterior O PROBLEMA DOS CLUBES AMADORES NA FORMAÇÃO…
Próximo FORMAÇÃO OBRIGATÓRIA PARA TODOS !!!