A Bandeira da Ética é um processo de certificação dos valores éticos no desporto, dirigido a clubes, escolas, projectos ou qualquer outro tipo de iniciativas e entidades que queiram ver reconhecido e certificado o seu trabalho no âmbito da promoção dos valores éticos através do desporto. Pretende-se igualmente através deste projecto implementar um processo que identifique e promova boas práticas, garantindo ao mesmo tempo uma metodologia flexível e útil para todo o tipo de agentes.

Todo o processo assenta numa plataforma tecnológica que visa ser uma comunidade de registo e partilha de boas práticas. O processo divide-se em duas fases distintas, embora complementares. A primeira fase de certificação refere-se ao próprio processo de obtenção da acreditação, mediante o acesso à plataforma online “Bandeira da Ética”. Numa segunda fase, de pós-certificação, as entidades verão as suas iniciativas e projetos integrados num repositório online de boas práticas de ética no desporto, fazendo parte de uma comunidade de instituições comprometidas com esta dimensão desportiva e, aquelas certificadas, poderão utilizar o selo de qualidade Bandeira da Ética em todos os seus processos de comunicação interna e externa. Este repositório permitirá conhecer práticas de excelência que se realizam noutras instituições, visando a divulgação e partilha das mesmas, que se pretende que seja uma fonte de inspiração e informação dinâmica.

Sob a tutela da entidade pública responsável (Instituto Português do Desporto e Juventude/ Plano Nacional de Ética no Desporto), a Bandeira da Ética é um selo de qualidade das iniciativas desportivas, que deve ser potenciado pelas entidades certificadas, dentro e fora da sua organização. Juntos, sabemos mais e fazemos melhor! Ao fazer parte da certificação Bandeira da Ética, a organização passa a fazer parte de uma comunidade de instituições que se destacam nas melhores práticas em prol da ética no desporto, podendo comunicar, estabelecer e reforçar as redes colaborativas da instituição.

Encontra-se neste momento a terminar uma fase de teste-piloto que contou com um conjunto de sete entidades nacionais de diferentes tipologias – Fundação Benfica; Associação Cais/ Futebol de Rua; Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho; Escola de Judo Nuno Delgado; Associação Física e Desportiva de Torres Vedras; Clube de Ginástica de Guimarães; Atletismo Clube de Portalegre – que deram um importante contributo em termos do aperfeiçoamento e refinamento do processo e respectivas ferramentas.

O lançamento oficial e formal da Bandeira da Ética está previsto para Outubro, através da sua apresentação pública.

André Xavier de Carvalho (Gabinete de Coordenação do Plano Nacional de Ética no Desporto)

1 Comentário

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anterior Futebol de Iniciação: Aprender Brincando
Próximo Os Cartões no Jogo das Crianças